Produções Literárias: Quem errou não fui eu | Por Faruk Moukhaiber

By Fernanda Rodrigues - abril 29, 2017

Imagem por unsplash, sob licença creative commons.

Não me julgue por ser quem eu sou, você não sabe nada da minha vida, não sabe o que passei, nem de onde eu vim. Mas saiba que tudo que eu passei me trouxe aqui para este momento.

Já tive que ir ao culto obrigado, já fiz tempestade em copo d'água, já aprendi a fingir meus sentimentos. Já provei, já fumei, já tomei, já deixei, já Já chorei de tanta mágoa. Já fiz comédia, eu já fiz drama.

Já fui caótico, metódico, fui poético, fui apático, antipático, sem vergonha, fui ético. Cheguei a achar que eu era monge mas, eu era só um velho. Já troquei de lugar minha cama várias vezes, já tentei ser um homem, já tentei a sorte na gringa, já aprendi que não tenho ginga, já fui ovo-lacto-vegetariano. Insano, já fui santo e profano, já sofri de claustrofobia, de teimosia e cleptomania.

Já fui sincero e já tive juízo.

Já fiz tanta coisa que nem me lembro do que eu era contra ou fui a favor. Eu nunca fiz questão de estar aqui. E ouvi uma voz, que diz: "não há razão".

Fui astrólogo, fui psicólogo, já fui leigo, fui enólogo. Fui alcoólatra, fui obeso e já fiz dieta. E pra entender que cada ser tem um carcaça diferente e gostos diferentes. Faça o mesmo antes de me julgar.

Texto produzido por Faruk Moukhaiber, a partir da proposta do quarto Desafio Criativo, que estimula os autores a continuarem uma história.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Seja bem-vindo ao Projeto Escrita Criativa!
Deixe o seu comentário e interaja conosco. ;)