Dicas de Escrita: Como escolher um assunto/tema para um texto literário

By Fernanda Rodrigues - julho 05, 2017

Imagem por voltamax, sob licença creative commons.

Olá, escritores!
Dia desses, fizemos uma enquete no twitter, para saber o que vocês consideram mais difícil em termo de escrita literária. A alternativa mais votada foi como escolher um assunto/tema, para começar a escrever, por isso o post de hoje.


Nota: Antes de começar com as dicas, temos que lembrar que escrever não é algo que siga uma regra fixa de passo-a-passo. Diríamos que as pessoas que resolvem tentar a criação literária não deixam de vivenciar o método tentativa e erro. Cada um tem uma maneira que torna o processo mais fácil para si. O que apresentamos abaixo são algumas reflexões que podem facilitar a escrita.

Qual é o motivo?

Entender qual é o motivo que leva o autor à escrita pode ser uma forma interessante de se chegar a um tema para um texto literário. Algumas pessoas gostam de refletir sobre os grandes temas da humanidade (vida e morte, por exemplo), outras preferem discutir as questões sociais (racismo, feminismo, preconceitos em geral), outras ainda querem falar sobre os sentimentos diversos (amor, ódio, vingança, tristeza). Entender o que leva o autor a querer escrever pode ajudar, portanto a definir um ponto de partida.

O motivo leva à ideia

Normalmente, ficar pensando no motivo leva a uma ideia com aquele tema. Se uma pessoa quer muito escrever sobre o preconceito, por exemplo, isso fará com que ela pense muito sobre as situações em que as pessoas passam por isso e o que leva alguém a ser preconceituoso (independentemente de justificativas plausíveis ou não).

Uso de outros recursos

Observar outros recursos como fonte de inspiração também é algo que ajuda muito. Neste sentido, as possibilidades são infinitas: o caminho do trabalho para casa, as pessoas que transitam pela cidade, as músicas, os filmes, as leituras, as fotografias e obras de arte (e todo o sentimento que elas nos despertam) e, até mesmo, os sonhos podem servir como fonte de ideias.

O que você faria em uma situação incomum?

Colocar o seu personagem em uma situação completamente incomum pode ser uma ótima maneira de começar. Tente escolher uma situação ordinária (um café da manhã, um dia de trabalho no escritório, uma conversa ao telefone, etc) e pense como o seu personagem poderia vivenciar isso de maneira mais inusitada. O desdobramento desta situação pode ser um bom começo para o seu romance.

Comece escrevendo sobre aquilo que já conhece

Escrever sobre um assunto que você já domina, sobre um lugar que você já conhece, ajuda a explorar todas as possibilidades de ideias, evitando o tal bloqueio criativo. Comece pelo conhecido e, quando estiver mais à vontade, caminhe rumo ao desconhecido.

Comece por outras partes

Nem sempre você precisa seguir a ordem de começo, meio e fim, para começar a escrever. Teve uma ideia do meio de uma história? Escreva. Depois você pensa no que virá antes ou depois. O importante é não deixar a ideia fugir.

Faça pesquisas

Quer escrever sobre algo que não domina muito bem ou colher ideias novas sobre algo que você já conhece? Pesquise. Use o google e as redes sociais para se aprofundar em determinado assunto ou descobrir o ponto de vista de outras pessoas sobre determinado tema.

Comece por um personagem

Se você não sabe direito o que a sua história vai contar, talvez ajude pensar em um personagem. Quem é ele? Como ele é? Como ele fala, anda, age? Qual é a sua idade? Com quem ele mora e se relaciona? Qual é o ponto de vista desse personagem em relação ao mundo que ele vive? Ele tem algum sonho, alguma ambição? Qual é o tempo desse personagem? (século XI, Século XXI?) 
Ao responder a essas perguntas, uma pequena narrativa já se formará na sua cabeça.

Carregue um caderninho e uma caneta

Mantenha um caderninho catalizador de ideias ao seu lado - nem que seja para ir à esquina! - e anote qualquer ideia que surgir. Ele servirá de inspiração para quando bater aquele branco, servindo como um banco de dados da criatividade.

Escreva

Às vezes, tudo o que um escritor precisa é começar pela primeira palavra. Então, escreva. Coloque as ideias no papel sem pensar em como o texto ficará. Deixe a edição para um segundo momento, se preocupando apenas em começar.


E você, como faz para começar?
Compartilhe conosco aqui nos comentários! 😉

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Seja bem-vindo ao Projeto Escrita Criativa!
Deixe o seu comentário e interaja conosco. ;)